Start-up mapeia comportamento de consumidores em livrarias


Vamos imaginar uma cena. Um cliente está em uma livraria. Vê um livro que ele quer muito. Passa o livro no totem de leitura de código de barras, vê o preço e frustrado devolve o livro para a prateleira. Dificilmente um livreiro teria a chance de entender por que aquele livro não foi vendido. Foi nessa lacuna que Luiz Vitor Martinez, CEO da GeekSys, se inspirou para criar o software PriceCheck. Luiz contou ao PublishNews que teve apoio da Telefônica e do Ministério da Ciência e Tecnologia para desenvolver a plataforma que analisa o comportamento do consumir brasileiro em lojas físicas. O PriceCheck já está – em diferentes estágios – em operação em cinco grandes varejistas de livros no Brasil: Saraiva, Cultura, Vila, Leitura e Travessa. Na Livraria da Vila, a solução está implantada há mais de 18 meses e já trouxe resultados importantes. Luis conta um exemplo: um livro que era vendido a R$ 600,00 na Vila tinha seu preço sistematicamente consultado, mas não havia conversão em vendas. Detectado o problema, a Livraria da Vila fez uma promoção, deu desconto de R$ 80,00 e, em um mês, venderam-se 12 exemplares. Luiz estima que para cada R$ 2,5 milhões vendidos em livrarias brasileiras, R$ 2,6M são perdidos em situações parecidas com esta. Luiz acredita que há uma série de razões para que o produto não “performe” a contento. O PriceCheck joga luz em algumas delas. “O livreiro já levou o cliente até a sua loja, o cliente já está disposto a comprar. Essas oportunidades devem ser aproveitadas”, defende.


 
 

Além de apontar que o preço do livro pode estar errado, o PriceCheck lista os produtos de com mais potencial de vendas, antecipa tendências e pode até sugerir mudanças no layout das lojas. O layout, aliás, é o forte de uma segunda solução integrada ao PriceCheck que a GeekSys desenvolveu e já está em operação em algumas livrarias no Brasil. É o Heatmaper, que aproveita as câmeras de segurança já instaladas nas lojas para fazer um mapa dos pontos mais quentes das livrarias e quais os produtos com os quais os consumidores mais interagem. “Quando colocamos uma pilha de livros em uma mesa e as câmeras não detectam nenhuma interação com este produto, ele pode ser substituído na manhã seguinte por outro que chame mais a atenção dos clientes”, ilustra Luiz. O Heatmaper permite ainda medir a taxa de conversão de uma mesa e estabelecer quais os pontos mais vendedores da loja. Além disso, permite contar as pessoas que entram e saem das lojas e qual o tempo médio de permanência de cada cliente no estabelecimento.

GeekSys trabalha com uma success fee, ou seja, uma taxa em cima do sucesso que as ferramentas trazem para o varejista. As soluções são implantadas gratuitamente nas lojas e no período de três meses mede-se a taxa de sucesso e a partir daí, é estabelecida a remuneração.

Link oficial: link


Postado em 28/07/2015

Genius3D: next-generation people counting


Any 3D camera. 1-minute setup. Highest counting accuracy.

Genius 3D is the first people counting algorithm in the world to analyze motion depth and trajectory to improve counting accuracy by up-to 99.8%.

It supports stereo vision, ToF and Structured Light sensors.


Postado em 24/07/2015

[Computerworld] Empresa brasileira usa GPU para medir intenção de compra em lojas físicas


 Criado pela GeekSys, software que analisa o comportamento dos clientes usa tecnologia Jetson TK1 e processador gráfico em nuvem da NVIDIA

 

Terminais de consulta de preço e câmeras de segurança podem fazer muito mais do que simplesmente informar o preço dos produtos e auxiliar na segurança da loja. Com a tecnologia correta, eles podem identificar os pontos da loja de mais atração para o consumidor e dizer ao lojista onde posicionar um produto para vender mais.

Utilizando servidores Jetson TK1 e processamento gráfico em nuvem, ambos da NVIDIA, a GeekSys, empresa brasileira precursora do conceito Store Performance Management (SPM), está investindo no desenvolvimento de tecnologias de inteligência para lojas físicas com resultados positivos nas vendas de seus clientes.

Atualmente, o nosso sistema é capaz de capturar a intenção de compra dos consumidores, além de contar quantas pessoas passaram por determinado corredor e medir a popularidade das gôndolas via mapa de calor. Isso ajuda, por exemplo, aos administradores a decidirem se aquele produto está bem localizado ou se chamará mais a atenção em outro local de mais destaque. Além disso, é possível verificar quais zonas estão ‘abandonadas’ pelos clientes e como está a taxa de conversão de compra e nível de interesse por certos itens”, explica o CEO e fundador da GeekSys, Luiz Vitor Martinez Cardoso.

Olhar da tecnologia

Fundada em 2011, a GeekSys investe em tecnologias inovadoras como o AdboxSense, PriceCheck e o HeatMaper, ambos voltados para o mercado e varejo. O sistema SPM, segundo Cardoso, começou com um piloto em uma rede de livrarias e agora está expandindo seu uso para outras empresas.

O produto, explica o engenheiro, visa agregar ao comércio físico aa possibilidade de mapear o comportamento de compra e visitação de clientes nas lojas para além do uso de sistemas de ERP e CRM. "No varejo online é mais fácil saber se o consumidor entrou no site e comprou ou se voltou uma semana depois. Nas lojas físicas esse acompanhamento é mais complexo, mas criamos o SPM para conectar os sistemas de ERP e CRM com tecnologias de acompanhamento visual desse cliente", diz Cardoso. 

O sistema utiliza uma combinação do uso de tecnologias já existentes na loja - câmeras de segurança e terminais de consulta de preço de produto - com as placas da Nvidia Jetson TK1 e o processamento e análise das imagens em serviços de nuvem. "Uma placa dessas consegue processar imagens geradas por até 100 câmeras, com um preço muito baixo". diz Cardoso.

Dashboard

A ideia básica é posicionar produtos em determinados locais da loja e, a partir da combinação das imagens e dos inputs dos terminais de consulta de preço e do sistema do caixa, saber o que levou um cliente a escolher um determinado produto e entender o que impediu ou permitiu a venda. Esse conhecimento, explica Cardoso, dá ao lojista conhecimento para entender como distribuir os produtos na loja e como trabalhar as vitrines para estimular a venda.

 

Fonte oficial: link


Postado em 22/06/2015

Valor Econômico: Programas reduzem os custos operacionais


Na startup paulista GeekSys, o aperfeiçoamento das soluções é feito a cada lançamento de produto, desde 2012. Sessenta por cento do faturamento bruto da companhia será investido em pesquisa e desenvolvimento, este ano, um valor 25% superior ao montante usado em 2014. A empresa já criou um software que reconhece sexo, idade e expressão facial de clientes por meio de câmeras instaladas nas lojas, e um sistema para livrarias que cruza mais de 70 dados diferentes dos terminais de consulta e venda para analisar o desempenho comercial de produtos. O objetivo é descobrir quantas vezes o valor de um item é consultado pelos clientes e a frequência dessa mesma mercadoria nas caixas registradoras. 

Agora, uma das novidades da marca é um programa que roda em nuvem e analisa imagens de sistemas de câmeras. Por meio de mapas de calor, mostra as prateleiras mais frequentadas do local. No ano passado, a invenção venceu um concurso de inovação promovido pela empresa de tecnologia capixaba ISH e a aceleradora de negócios Start You Up.

"Nossa ideia é oferecer uma plataforma para a captura e análise de informações para lojas físicas, baseada em dados já existentes, como estoque, vendas e imagens de câmeras", explica o CEO Luiz Vitor Martinez Cardoso, que abriu uma representação da empresa em San Francisco, nos Estados Unidos.

Artigo publicado e de autoria do jornal Valor Econômico

link oficial


Postado em 29/05/2015

Genius2D: next-generation people counting


Any camera. 1-minute setup. High counting accuracy

Genius2D is the first people counting algorithm in the world to analyze both motion and trajectory to improving counting accuracy by up-to 96%.


Postado em 20/05/2015

Frases Inspiracionais


Simples é sempre melhor

Faça melhor, não faça barato

Você pode fazer qualquer coisa, mas você não pode fazer tudo

Nunca falhamos, apenas encontramos caminhos que não funcionam

Deixe nossos insights mudarem seu mindset

Faça as pessoas quererem trabalhar para a empresa

© 2013 GeekSys Serviços de Informátida LTDA Voltar ao topo